Momento de poesia

Nem sempre foi assim…




Nem sempre foi assim

quando tudo entre nós ficava branco

tu passavas o tempo nas minhas mãos

a contar os barcos que saíam para o mar

e gostavas de imaginar outros horizontes

a vida está sempre a mudar, dizias-me,

e eu sabia que nada mais te poderia dar

além do quarto alugado onde dormíamos.

Alexandre de Castro

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido