Liberdade de imprensa... na Madeira

O líder do PSD-Madeira, Alberto João Jardim, garantiu que o Jornal da Madeira vai continuar a ser publicado, independentemente da lei «nazificante» ratificada na Assembleia da República.

Alberto João Jardim considera que a nova lei do pluralismo dos media «é uma lei nazificante, de iniciativa fascista e que pretende calar a imprensa de vários quadrantes políticos e não apenas o Jornal da Madeira».

Comentário: Se fosse considerado demente seria internado; se fosse imputável seria julgado; assim, vai continuar à solta.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido