Beata Alexandrina de Balasar

Se a infalibilidade papal não fosse um dogma, e a de João Paulo II uma evidência, não se acreditaria que a bem-aventurada Alexandrina de Balasar tivesse vivido os últimos treze anos e sete meses de vida em jejum total e anúria. Apenas tomava a comunhão, como confirmou publicamente o referido Papa, que viveu com odor a santidade.

Pode até pensar-se que a morte pudesse ter ocorrido por falta de consagração da última hóstia, descuido que a terá privado do único alimento que a mantinha.

Apesar do tão longo e notável prodígio – viver do ar e da hóstia –, a Igreja católica, por caducarem os milagres em vida, exigiu-lhe currículo de defunta para elevação a beata. A taumaturga realizou o milagre, na área da neurologia, para uma emigrante portuguesa residente em França.

Dizem os biógrafos que a bem-aventurada Alexandrina, além dos excelentes êxtases das sextas-feiras, era acometida de ataques violentos pelo que foi diversas vezes exorcizada. Quem conhece a força do demónio e a raiva que nutre pela virtude, não lhe estranha o ódio a quem pediu ao papa que consagrasse o mundo contra o comunismo. Perante as orações da própria e os exorcismos do pároco, o Maligno rendeu-se e acabou por deixar em paz a devota e a URSS a cujo descalabro Alexandrina assistiu do Paraíso.

O 5.º aniversário da beatificação desta virtuosa mulher, ocorrido a 25 de Abril, passou despercebido no país, entretido em festarolas pela queda da curta ditadura de 48 anos, como se a eternidade se medisse em lustros ou a santidade precisasse de democracia.

Felizmente, enquanto cresce a devoção à beata, não faltam pedidos para a sua canonização. Não tardará o segundo milagre. Deus pode dormir mas os padres, não.

Ponte Europa / SORUMBÁTICO

Comentários

Stefano disse…
Balasar ou Salazar?? (ironic mode)
Julio Carrancho disse…
Não passa todo esse enredo e coreografia de homem supersticioso explorando mulher fanática! Os padres são exímios em COMERCIALIZAR vítimas do desfloramento religioso para perpetuarem o eterno parasitismo que os protege da fome!
e-pá! disse…
A beata Alexandrina vem contemplar os poveiros com a possibilidade de desenvolver o seu naco de Turismo Religioso.

Assim, projectam construir em Balasar o primeiro Santuário Eucarístico de Portugal.
É preciso diversificar a oferta...criar infraestruturas rodoviárias, instalações hoteleiras, restauração, pontos de vendas de aritgos religiosos, incrementar os ex-votos, etc. - uma a azáfama em relação às questões de execução e financiamento (esperemos que não seja público) porque, em termos de projecto, a ICAR tem uma experiência milenar...

É que, como comenta o pároco local, José Barbosa Granja, em Balasar, há peregrinos, mas não há turistas...
E, acescento eu, assim o "negócio da beata", não prospera...
ana disse…
Alguém analisou as hóstias? Parece que eram, afinal, um concentrado de vitaminas..
miguelarcanjo disse…
ALEXANDRINA MEU GUIA podem chamarem burxo ou anti-cristo nao me importo conformr me jugarem sereis julgados sou esprita mestre reki pastor mormon consagado catolico e cartomante tenho muita fe em n.s,aparecida em jesus cristo deus pai por isso nao temo niguem heide fazer vir tudo a portugal estou na cidade guarda so necito ler os livros sagardos pois o chacra da coroa e coraçao abriam se em fatimaMiguel Arcanjo Espírita dos Pobres Vêja a minha presença no Programa "CASA DO MANEL" RegioesTV RTV Link: https://www.youtube.com/watch?v=CG9ys0FiIcs Miguel Arcanjo http://espiritadospobres.webnode.pt/http://espiritadospobres.home.sapo.pt/ http://youtu.be/WaKk3iz5-9Q Miguel Arcanjo Espírita dos Pobres Vêja a minha presença no Programa "PEDRA D´AUDIÊNCIA" RegioesTV RTV Link-1ª Parte: https://www.youtube.com/watch?v=3D_C_rI61G4 Link-2ª Parte: https://www.youtube.com/watch?v=TLlLpRRqKb4 so falta fazer o curso diacono catolico mas nao desisto das cartas so peço que rezem por mi
http://espiritadospobres.webnode.pt/
CASA DO MANEL PGM 92 PARTE 2docid=502012333&prefer=lang
http://www.espritadospobres.home.sapo.pt

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975